Anibal Augusto Sardinha | Garoto

27 04 2013

Link original: Anibal Augusto Sardinha | Garoto
Publicado em: Monday, June 30, 2008 by zecalouro

CapaLPFront

Hello, good evening! We have today a celebration to a very special day, the anniversary of Garoto, Anibal Augusto Sardinha, which would complete 93 years today if had not passed so prematurely with the age of 39. This is an important date that may have been noticed by a very small number of Brazilians, among them Jorge Mello, who kindly makes available to us an important album featuring Garoto recordings retrieved from Radio Nacional acetates.

Additionally, Jorge Mello sent us a article written for the occasion, describing this album, the importance of Garoto to Brazilian music and a very important item taken from his personal collection, a page of Garoto diary, written by Garoto on the day of his 39th anniversary, the last birthday he had the chance to celebrate.

Thanks Jorge Mello for your kind words for Garoto. A translation to English is being provided as soon as possible.

Jorge Mello

CapaLPBackAnibal Augusto Sardinha nasceu na cidade de São Paulo em 29/06/1915. Nos seus quase quarenta anos de vida deixou uma obra de tirar o fôlego, tanto em quantidade como em qualidade (compôs pelo menos 220 músicas).

Destacou-se como multi-instrumentista, tocando com maestria o violão, bandolim, cavaquinho, violão tenor, guitarra havaiana, guitarra portuguesa e banjo. Tocava também violino, contrabaixo, violoncelo, piano e harpa, mas não se apresentava com os mesmos.

Escreveu inúmeras orquestrações e arranjos para os programas que fazia nas rádios. Uma parte significativa de sua vida artística foi passada na Rádio Nacional, atuando em programas como Um Milhão de Melodias, Música em Surdina, Nada além de Dois Minutos, Orquestra Melódica de Lyrio Panicali, Gente que Brilha, Canção Romântica, Quando Canta o Brasil e Noite de Estrelas, dentre outros.

Um Milhão de Melodias, cuja estréia se deu 6/01/1943, promoveu muitas inovações na parte técnica. A gravação dos ensaios, por exemplo, era feita em grandes discos de acetato com base de alumínio. Após estas gravações, as direções técnicas e artísticas do programa se reuniam para corrigir eventuais falhas como, por exemplo, o posicionamento dos microfones para a orquestra.

Estes discos possuíam características singulares: Eles giravam no sentido anti-horário e o braço da agulha (para a reprodução) ia do centro para a borda do disco. Eles são muito mais frágeis que um disco 78 RPM…

Outros programas da Rádio Nacional, como os citados linhas acima, passaram a usar este recurso. Estes discos vieram a ser a memória dos programas daquela emissora por um longo período.

Com a decadência da Nacional, o acervo desta emissora (incluindo estes discos de acetato, partituras para orquestras, catálogos, etc..) foi guardado em péssimas acomodações. “Paulo Tapajós encontrou os discos dos programas da Rádio Nacional jogados num dos banheiros da emissora e empilhados no corredor como coisa imprestável” (Trecho extraido do livro Rádio Nacional, o Brasil em Sintonia- Luiz Carlos Saroldi e Sonia Virginia Moreira). Não é difícil imaginar que muitos destes discos não tenham resistido a tanto descaso!

Em 1972 o que restou do acervo da Rádio Nacional foi transferido para o Museu da Imagem e do Som (MIS). Saroldi, em seu livro, diz que eram 40 mil discos, que ficaram inicialmente empilhados na sala mais tarde ocupada pelo acervo Jacob do Bandolim.

Em 1981 uma catástrofe! Um incêndio destruiu a sede do MIS. Mais uma remoção de todo acervo…

Paulo Tapajós, em 1979, extraiu daquele acervo as músicas que compõem este importante LP Garoto, lançado pelo MIS.

Conseguimos encontrar as datas em que algumas destas gravações,feitas no programa Um Milhão de Melodias, foram realizadas:

05 – Tico-tico no fubá, gravado em 29/11/1944 por Garoto (violão tenor) no centenário de apresentações daquele programa.
11 – Chinatown, my Chinatown, gravado em 12/07/1944.
12 – Chorinho do Ahú, gravado em 23/05/1945.
08 – Cavaquinho Boogie, gravado em 04/09/1952.

A música Duas Contas foi gravada no programa Música em Surdina em 11/06/1951.

Não saberia dizer a quantidade de discos de acetato que atualmente estão no MIS, assim como não sei em quantos destes, em bom estado de conservação, Garoto gravou como solista. Se soubesse quantos, poderia responder a pergunta: Quantos discos, tendo Garoto como solista, poderiam ser gravados?

Para deleite dos apreciadores deste fabuloso blog disponibilizo a página do diário de Garoto, escrita de próprio punho,em que ele comenta a festa de seu último aniversário, em 1954!

Abraços, Jorge Mello.

Obs: O Luizinho, mencionado na última linha do dia 30, é o Luiz Eça! Candinho é o pai da cantora Claudia Telles.

This is Garoto (1979), for MIS, featuring Anibal Augusto Sardinha recordings taken from Radio Nacional acetate disks. Garoto has the accompaniement of Lyrio Panicali, Patane, Radames Gnattali, Bola Sete, Luciano Perrone, Pedrinho Vieira and other not yet identified musicians. Tracks include:

01 – Alma Brasileira (Radames Gnattali)
02 – Sons Carrilhoes (Joao Pernambuco)
03 – Benny Goodman no Choro (Garoto) Garoto plays violao tenor with orchestra | Radames Gnattali (piano)
04 – Rato Rato (Casemiro Rocha / Claudionor Costa) Garoto plays violao tenor with orchestra | Patane (violin)
05 – Tico Tico no Fuba (Zequinha de Abreu) Garoto plays violao tenor with orchestra | Pedrinho Vieira Goncalves (flute)
06 – Duas Contas (Garoto)
07 – Amor nao se Compra (Bonfiglio de Oliveira) Garoto plays cavaquinho with conjunto regional | Bola Sete (violao)
08 – Cavaquinho Boogie (Garoto) Garoto plays cavaquinho with orchestra
09 – Carinhoso (Pixinguinha / Joao de Barro) Garoto plays violao with Lyrio Panicalli piano
10 – Relampago (Garoto) Garoto plays cavaquinho with Lyrio Panicalli piano
11 – Chinatown, my Chinatown (Willian Jerone / Jean Schwartz) Garoto plays violao tenor with orchestra
12 – Chorinho do Ahu (Garoto) Garoto plays violao tenor with orchestra
13 – Nacional (Garoto) Garoto plays violao tenor with orchestra | Luciano Perrone (vibraphone)
14 – Sempre Perto de Voce (Garoto) Garoto plays violao tenor with orchestra
15 – Saudade de Iguape (Garoto) Garoto plays violao accompanied by two violoes

.

Como não está disponível em nenhum local, estamos disponibilizando provisoriamente na forma de um magnet link. OBS: não se esqueça de deixar semeando  depois que você terminar de baixar (uma boa razão seria pelo menos 2 vezes o que você baixar!).

Não consegui encontrar a foto da página do diário de Garoto, referida pelo Jorge Mello. Alguém teria?

Anúncios




Aloysio de Oliveira Apresenta – Garoto & Luiz Bonfa | Genios do Violao (1996)

16 03 2013

Link original: Aloysio de Oliveira Apresenta – Garoto & Luiz Bonfa | Genios do Violao (1996)
Publicado em: Saturday, March 29, 2008 by zecalouro

Garoto & Luiz Bonfá - Gênios Do Violao

Garoto & Luiz Bonfá - Gênios Do Violao-Back

This is a very special post that brings together Garoto and Luiz Bonfa, two legends of an instrument that is the face of Brazil, the acoustic guitar, the violao, so important to Brazilian music and the only country that has an exclusive name for this fascinating instrument. Brazil has many Genios do Violao on an endless list, starting with Garoto, Luiz Bonfa, Joao Gilberto, Rafael Rabello, Dino 7 Cordas and several gifted musicians. Brazil is also the only country that has a different name for this fascinating instrument. Genios do Violao is a compilation organized by the legendary Aloysio de Oliveira, just before his passing in 1995. Let’s see.

This is Aloysio de Oliveira Apresenta – Garoto & Luiz Bonfa | Genios do Violao (1996), for Odeon, featuring Garoto at the first seven tracks with the remaining ones to Luiz Bonfa. This contribution was made by a great friend that sent it to us without asking, which is wise of him, what is the use to ask with Garoto and Luiz Bonfa together? Tracks include:

01 – Maria (Ary Barroso / Luis Peixoto) – Garoto
02 – No Rancho Fundo (Ary Barroso / Lamartine Babo) – Garoto
03 – Tu (Ary Barroso) – Garoto
04 – Na Baixa Do Sapateiro (Ary Barroso) – Garoto
05 – Terra Seca (Ary Barroso) – Garoto
06 – Risque (Ary Barroso) – Garoto
07 – Aquarela Do Brasil (Ary Barroso) – Garoto
08 – Batucada (Luis Bonfá) – Luis Bonfá
09 – Sambolero (Luis Bonfá) – Luis Bonfá
10 – Monique (Luis Bonfá / Maria Helena Toledo) – Luis Bonfá
11 – Tenderly (J. Lawrence / Walter Gross) – Luis Bonfá
12 – Serenata (Antônio Rebello) – Luis Bonfá
13 – Xangô (Luis Bonfá) – Luis Bonfá
14 – Mambolero (Luis Bonfá) – Luis Bonfá
15 – Cajita De Música (Isaias Sávio) – Luis Bonfá
16 – Over The Rainbow (Harburg / Arlen) – Luis Bonfá
17 – Garoto (Luis Bonfá) – Luis Bonfá
18 – Canção De Outono (Luis Bonfá) – Luis Bonfá
19 – Calles De Espanã (Luis Bonfá) – Luis Bonfá

.

Como não está disponível em nenhum local, estamos disponibilizando provisoriamente na forma de um magnet link. OBS: não se esqueça de deixar semeando  depois que você terminar de baixar (uma boa razão seria pelo menos 2 vezes o que você baixar!)





Garoto – Garoto Revive em Alta Fidelidade Ary Barroso (1957) 10-inch

28 01 2012

Link original: Garoto – Garoto Revive em Alta Fidelidade Ary Barroso (1957) 10-inch
Publicado em: Saturday, March 03, 2007 by zecalouro

It is truly amazing that Caetano has the 10-inch version of this record that has beautiful facts to comment. Let’s make it straight that time presenting this real jewel, introducing artists and telling the story behind this album.

This is Garoto – Garoto Revive em Alta Fidelidade Ary Barroso (1957), for Odeon. Garoto (Anibal Augusto Sardinha) was a musician ahead of his time, very underrated and considered a genius. Garoto started very early, making his first recording in 1930 for Parlophon, under artistic direction of the Maestro Radames Gnattali. Garoto was a violonist in a time where violao players were considered outsiders, living in the margin of society. He has the honor of being the first musician to play a violao inside the elitist theatre Teatro Municipal do Rio de Janeiro.

This album recorded and released two years before Garoto’s passing in 1955 and has the participation of Maestro Leo Peracchi with orchestra. Actually, Garoto was not in the set at the recording sessions of 1957. You will hear Garoto violao in all tracks and these recordings were found lost on a closet two years before his passing.

Maestro Leo Peracchi decided to make orchestra arrangements to the tapes found and the record was finally built. With the modern technology of today this technique is business as usual, however, in 1967, it was something close to impossible, this session was built with orchestra playing on top of Garoto’s recording with microphones capturing the environment sound.

Anyway, an anthological album of Brazilian music history with Garoto playing with Maestro Leo Perachi Ary Barroso compositions. Tracks include:

01 – Maria (Ary Barroso / Luis Peixoto)
02 – No Rancho Fundo (Ary Barroso / Lamartine Babo)
03 – Tu (Ary Barroso)
04 – Na Baixa do Sapateiro (Ary Barroso)
05 – Terra Sêca (Ary Barroso)
06 – Risque (Ary Barroso)
07 – Aquarela do Brasil (Ary Barroso)

.

Este disco pode ser buscado no 300 discos.